IMG_20180409_161910.jpg

PROJETOS

COMO ESTÃO ORGANIZADAS NOSSAS AÇÕES

CURRÍCULO

Ressaltamos que o currículo é apenas uma das formas de educação que trabalhamos no Instituto. Entendemos que o conhecimento e a troca de informações se dão de forma variada e constante em nossas vidas, e procuramos fazer da experiência de todos e todas aqui um grande aprendizado, dentro e fora da sala de aula.

Tem interesse por uma faixa etária específica?

Veja abaixo os projetos específicos para cada uma e clique nos nomes dos projetos para saber mais detalhes.

ADOLESCENTES

CRIANÇAS

MULHERES

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

CIRCUITO CIDADÃO

 

DE 11 A 17 ANOS

OBJETIVO

Apoiar o desenvolvimento e promover o fortalecimento pessoal dos jovens, por meio de complemento educacional, cultural e artístico, visando sua formação como indivíduo autônomo, crítico, participativo e solidário, impulsionando-o no desenvolvimento pessoal, social e profissional, além de proteger os direitos da criança e do adolescente. O Projeto Circuito Cidadão atende jovens do 7º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. O projeto é composto pelas atividades: Eixos Educacionais; Cultura à Vista; Assembleias e Equipes de M.A.N.G.O.S. (Movimento pela Autonomia, Noção de Grupo, Organização e Solidariedade).

Esse projeto conta com 4 turmas de 16 educandos cada. Os educandos tem suas aulas divididas em quatro “eixos educacionais” e cursam apenas uma por bimestre, além das aulas complementares: Linguagens, Humanidades, Biológicas e Exatas. Cursados em seqüência eles formam o CIRCUITO CIDADÃO. As turmas são equivalentes ao ano escolar dos educandos, são elas: 6º/7º ano, 8º ano,

9º ano e Ensino Médio.

O Eixo educacional tem duração de nove semanas ou um bimestre, assim, ao completar um ano o jovem terá participado dos quatro eixos. Durante o eixo, cada turma permanece somente com um educador e uma área do conhecimento (podendo ser: linguagens, humanidades, biológicas ou exatas). Ao final das 9 semanas acontece a ‘Semana Entre Eixos’, que é destinada a atividades coletivas

e entre turmas. É um período de compartilhamento de ações. Podem acontecer na Semana Entre Eixos: Festas, saraus, oficinas, mutirões, excursões, gincanas, intervenções, debates, danças, campeonatos, e outras propostas educativas. Em seguida, as turmas passam a ter aulas do próximo eixo. Deste modo, ao final de um ano, o jovem terá cursado as 4 áreas do conhecimento e terá tido oportunidade de criar vínculos com todos os educadores do projeto. Esse vínculo é fundamental para criar um ambiente acolhedor onde o jovem se sente respeitado. Da mesma forma, ao final de um ano,

o Educador terá criado vínculo com os educandos das quatro turmas, conhecendo cada educando, suas dificuldades, habilidades e especificidades.

Toda primeira segunda-feira do mês é realizada uma assembleia com toda a comunidade do Instituto e assim, são levantas pautas de interesse coletivo e são dadas sugestões de encaminhamentos, que são votadas e colocadas em prática.

CONTEÚDO E EIXOS EDUCACIONAIS

Os eixos exploram todas as faces e possibilidades de seu conteúdo, incluindo temas escolares, atualidades, polêmicas sociais, cidadania e cultura em todas as suas formas.

A cada eixo, o educador define junto com a turma uma expectativa de conteúdo prático a ser apreendido.

Os educadores oferecem de forma lúdica e acessível, conteúdo escolar e cultural, com apoio dos recursos oferecidos pelo Instituto. Todas as salas contam com computador, projetor e internet. O foco é a apreensão do saber, não a transmissão de conteúdo didático. O educador cria livremente “vivências” que ajudam o educando

a entender o conhecimento teórico adquirido. Cada educando é considerado individualmente e coletivamente,

ao mesmo tempo. Educador e equipe procuram atuar com muito diálogo e confiança no educando, proporcionando o espaço necessário para poderem criar, experimentar, errar e acertar. Cada educador de eixo é o orientador de uma equipe MANGOS, de modo que o mesmo fica envolvido com o coletivo e não somente com sua turma.

As artes como forma de expressão e apreensão, permeiam todos os eixos. Porém, as turmas do 9º ano do Fundamental e o Ensino médio intercalam as aulas de artes com as aulas de filosofia.

Os EIXOS são:

COMUNICAÇÃO: Português, Literatura, Gramática e Redação

MUNDO: História, Geografia e Sociologia

VIDA: Biologia, Química, Ecologia e Sustentabilidade

NÚMEROS: Matemática, Física e Raciocínio lógico

ARTES: História da arte, repertório cultural, experiências artísticas

FILOSOFIA: Debates de temas da atualidade, construção de pensamento crítico

Você é um aluno novo?

Veja aqui o manual do educando

 

CULTURA À VISTA (proJETO de atividades opcionais)

OBJETIVO

O Projeto Cultura à Vista promove atividades e vivências que ampliem o repertório cultural dos jovens. As propostas tem caráter opcional e são exclusivamente para participantes dos Projeto Circuito Cidadão e Papel de Mulher. As atividades são: Teatro, Capoeira, Basquete, Handball, Boxe, Cai para Dentro e Circula Cohab.

TEATRO

Aulas semanais de 2 horas de duração, ministradas por professor com formação profissional na área. A proposta é desenvolver as habilidades implicadas nas artes cênicas. O grupo costuma apresentar 1 peça autoral anual e, eventualmente, participar de seleções externas ou apresentações na comunidade, decisões estas que ficam a seu critério. Consiste no desenvolvimento das aulas e execução da excursão anual. Os figurinos e cenários são desenvolvidos pelo grupo, sempre com apoio do educador. Destina-se aos jovens que são atendidos pelo projeto principal e, em caso de vagas, também para ex-educandos.

Veja aqui o portfolio da Companhia Teatral do ISP

EU NÃO ESTOU FALANDO GREGO
EU NÃO ESTOU FALANDO GREGO
press to zoom
E ESSE CAMPINHO AÍ, HEIN
E ESSE CAMPINHO AÍ, HEIN
press to zoom
DEATH`S SCHOOL
DEATH`S SCHOOL
press to zoom

CAPOEIRA

Capoeira, nada mais sugestivo para nossos adolescentes do que ela, um reconhecimento diante de suas raízes ancestrais, para impulsiona-los a reconstrução e valorização de si mesmo.

Seus cantos, suas ladainhas rezam a história de luta de mulheres e homens que não desistiram de mudar seu destino e o destino de sua gente. A capoeira nasce dentro de um sonho de liberdade, que buscou força nos antepassados, para resistir. 

PRÁTICA
PRÁTICA
press to zoom
RODAS
RODAS
press to zoom
COLETIVIDADE
COLETIVIDADE
press to zoom

BASQUETE, BOXE E PING-PONG

Os esportes no ISP são realizados por iniciativas dos alunos e familiares, por exemplo: por ação própria de um educando, que se prontificou a montar um encontro para treinos de basquete com um grupo de educandos interessados por esse esporte e assim, desde 2015 os treinos acontecem. Atualmente também temos treinos de boxe e ping-pong coordenados por um pai de uma educanda.

BASQUETE
BASQUETE
press to zoom
BOXE
BOXE
press to zoom
PING-PONG
PING-PONG
press to zoom

CAI PARA DENTRO

Por tradição, na última quinta-feira de janeiro o Instituto realiza o ‘Cai pra Dentro’.

São 24 horas de atividades de lazer, incluindo a pernoite no Instituto.

CIRCULA COHAB

Há momentos em que é preciso tirar o jovem da zona de conforto e criar conexões reais com o mundo exterior. Através de oportunidades assim, ele poderá apreender o mundo a seu próprio modo e ampliar seu repertório cultural. Destina-se aos jovens que são atendidos pelo projeto principal e, em caso de vagas, para ex-educandos.

1) EXCURSÃO DE EIXO: São excursões de turmas, incluindo a turma de Teatro, para consolidar o aprendizado. Acontece no final do primeiro semestre e cada turma escolhe o seu destino, junto com seu educador de eixo.
2) NO PONTO: Saídas culturais utilizando o transporte público, a fim de experimentar a cidade e suas propostas urbanas. São facultativas ao educador do eixo.
3) CIRCUITO FINAL: Excursão no final de ano, com todos os educandos e educadores, para local de âmbito educativo, escolhido pela equipe e pelos educandos.

 

M.A.N.G.O.S.

O projeto M.A.N.G.O.S. (Movimento pela Autonomia, Noção de Grupo, Organização e Solidariedade) é nossa proposta de economia solidária interna. Participa-se escolhendo uma tarefa permanente ou esporádica, de apoio ao Instituto. Para as mulheres, participar desta economia é uma opção, já para as crianças e adolescentes, escolher uma tarefa faz parte do processo. Além de participar do projeto CC, os jovens escolhem uma das sete equipes de educandos abaixo, para interagir com o espaço e colegas.​ Entenda melhor como eles se organizam:

  1. NUTRIÇÃO: Colabora com hábitos alimentares saudáveis dos alunos do instituto. Essa é a equipe que faz os lanches para todos! Também cuidam da higiene da cozinha e dos alimentos.

  2. BIBLIOTECA: Apoiam o letramento e o desenvolvimento emocional dos alunos do instituto através da aproximação com a literatura. Também cuida da biblioteca, empréstimo e doações de livros.

  3. ESPORTE, CULTURA E LAZER: Incentivam o esporte de quadra, jogos internos e eventos. Também cuida dos materiais de esporte e da quadra.

  4. MEIO AMBIENTE: Colabora com hábitos saudáveis dos alunos e suas famílias através da conscientização de sua relação com o meio ambiente. Também é responsável pela horta e todas as plantas ornamentais do instituto.

  5. ARTES: Responsável pelo cuidado com a sala de artes e seus materiais. Realiza projetos de intervenção artística no espaço do instituto.

  6. BAZAR: Cuidam das doações que o instituto recebe e as colocam no bazar para serem trocadas por M$ pelos alunos.

  7. ECONOMIA: Responsável por gestar a economia do projeto, cuidar dos pagamentos em M$ de todas as equipes e estimular o envolvimento dos alunos no projeto.

Ao participar do Instituto, cada jovem escolhe uma equipe para atuar em prol do coletivo. Com o MANGOS a apropriação do espaço pelos educandos se intensificou. Ao permitir que os educandos sejam ativos na criação de soluções para o coletivo, suas vozes são ouvidas e são suas próprias mãos que devem entrar em conformidade com a voz da decisão coletiva. Todos os detalhes do cotidiano de cada grupo são discutidos em reuniões de equipe, sendo que cada uma tem um educador do Circuito Cidadão como orientador.

O MANGOS impulsiona uma economia interna, com dinheiro social impresso em papel (os Mangos, M$).

O valor em M$ que cada um recebe é definido pelos próprios educandos e proporcional à quantidade de funções ou grau de dificuldade que o educando decidiu desempenhar. É o agradecimento do ISP. Todas as doações de artigos que o ISP recebe são colocadas no Bazar, pelos próprios educandos, para serem trocadas por Mangos. Como uma loja de verdade, mas que não aceita Reais. É uma forma educacional de fazer circular as doações recebidas.

Pertencer a uma equipe implica em descobrir novos limites pessoais e superá-los; ser responsável por parte da estrutura do ISP; pensar nos outros tanto individualmente quanto coletivamente. Significa tomar decisões que irão interferir na rotina de todos (e se responsabilizar por elas), fazer intervenções estruturais e se expor ao risco de errar. Assim, é construído um cenário de confiança, respeito e diálogo entre todos, o que é essencial para o jovem se conhecer melhor e se fortalecer nos aspectos cognitivos e emocionais. O projeto MANGOS é uma das ações mais importantes para estimular de maneira direta o nosso tripé de valores: autonomia, dignidade e conhecimento.

 

PEQUENOS NO CIRCUITO

DE 10 A 12 ANOS

A proposta é promover brincadeiras, leituras, jogos e desafios, trabalhando os valores humanos e ampliando as aptidões pessoais. Através da abordagem de temas sociais relevantes, como diversidade cultural, respeito, consciência ambiental e solidariedade, a atividade Pequenos no Circuito atende crianças do 4º ao 6º ano fundamental. As aulas acontecem uma vez por semana, para 2 turmas de 10 crianças cada, com duração de 2:30h.

Em 2020, o ISP passa a receber investimento para a reestruturação das aulas matutinas, voltadas às crianças de 5º e 6º ano do Fundamental (9 a 11 anos). Os pequenos terão aulas modulares de capoeira, artes, literatura, lógica, meio ambiente, basquete e muitas outras. O projeto teve início em fevereiro e permanece suspenso devido ao isolamento social, porém, está tudo pronto e aprovado pelas crianças.

POTENCIALIZANDO A TURMA DOS PEQUENOS

 

PROJETO MULHERES

O Projeto Mulheres é composta por ações rotineiras e ações pontuais, que visam o fortalecimento do público feminino adulto. Já foram realizadas aulas de dança, de matemática, de artesanato, de informática,

rodas de conversas, cursos, oficinas, suporte psicológico, orientação aos direitos das mulheres e cine-debates. O grupo tem no instituto um espaço de acolhimento e criatividade, contribuindo para o empoderamento e, inclusive, refletindo positivamente na autoconfiança delas quanto à educação de seus filhos. Também é um espaço para discutirem questões que lhes tocam e de dedicarem tempo à si mesmas, realizando atividades que lhes dão prazer. O projeto tem esse nome pois desde o início, as rodas de conversas e discussões vão de encontro com questionar qual é o atual papel que se espera que seja desempenhado pelas mulheres na nossa sociedade.

 

INSTITUCIONAL

COORDENAÇÃO

Os projetos do Instituto Sylvio Passarelli ficam sob uma coordenação pedagógica,

com a finalidade de articular e fortalecer o vínculo entre as atividades,

atendendo aos objetivos de cada projeto e honrando a missão institucional.

APOIO PSICOLÓGICO

O Instituto conta com uma psicóloga, de linha antroposófica, que realiza o atendimento aos educandos e ainda orienta os educadores quanto aos educandos em situações adversas ou de risco. Para ser atendido, basta o educando solicitar atendimento ou, em alguns casos, ser encaminhado pela coordenação. Os familiares, relevantes para a evolução do processo do jovem, também são atendidos.