IMG_20180409_161910.jpg

PROJETOS

COMO ESTÃO ORGANIZADAS NOSSAS AÇÕES

CURRÍCULO

Ressaltamos que o currículo é apenas uma das formas de educação que trabalhamos no Instituto. Entendemos que o conhecimento e a troca de informações se dão de forma variada e constante em nossas vidas, e procuramos fazer da experiência de todos e todas aqui um grande aprendizado, dentro e fora da sala de aula.

Tem interesse por uma faixa etária específica?

Veja abaixo os projetos específicos para cada uma e clique nos nomes dos projetos para saber mais detalhes.

ADOLESCENTES

CRIANÇAS

MULHERES

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

M.A.N.G.O.S.

(economia solidária)

CIRCUITO CIDADÃO

 

DE 11 A 17 ANOS

OBJETIVO

Apoiar o desenvolvimento e promover o fortalecimento pessoal dos jovens, por meio de complemento educacional, cultural e artístico, visando sua formação como indivíduo autônomo, crítico, participativo e solidário, impulsionando-o no desenvolvimento pessoal, social e profissional, além de proteger os direitos da criança e do adolescente. O Projeto Circuito Cidadão atende jovens do 7º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. O projeto é composto pelas atividades: Eixos Educacionais; Cultura à Vista; Assembleias e Equipes de M.A.N.G.O.S. (Movimento pela Autonomia, Noção de Grupo, Organização e Solidariedade).

Esse projeto conta com 4 turmas de 16 educandos cada. Os educandos tem suas aulas divididas em quatro “eixos educacionais” e cursam apenas uma por bimestre, além das aulas complementares: Linguagens, Humanidades, Biológicas e Exatas. Cursados em seqüência eles formam o CIRCUITO CIDADÃO. As turmas são equivalentes ao ano escolar dos educandos, são elas: 6º/7º ano, 8º ano,

9º ano e Ensino Médio.

O Eixo educacional tem duração de nove semanas ou um bimestre, assim, ao completar um ano o jovem terá participado dos quatro eixos. Durante o eixo, cada turma permanece somente com um educador e uma área do conhecimento (podendo ser: linguagens, humanidades, biológicas ou exatas). Ao final das 9 semanas acontece a ‘Semana Entre Eixos’, que é destinada a atividades coletivas

e entre turmas. É um período de compartilhamento de ações. Podem acontecer na Semana Entre Eixos: Festas, saraus, oficinas, mutirões, excursões, gincanas, intervenções, debates, danças, campeonatos, e outras propostas educativas. Em seguida, as turmas passam a ter aulas do próximo eixo. Deste modo, ao final de um ano, o jovem terá cursado as 4 áreas do conhecimento e terá tido oportunidade de criar vínculos com todos os educadores do projeto. Esse vínculo é fundamental para criar um ambiente acolhedor onde o jovem se sente respeitado. Da mesma forma, ao final de um ano,

o Educador terá criado vínculo com os educandos das quatro turmas, conhecendo cada educando, suas dificuldades, habilidades e especificidades.

Toda primeira segunda-feira do mês é realizada uma assembleia com toda a comunidade do Instituto e assim, são levantas pautas de interesse coletivo e são dadas sugestões de encaminhamentos, que são votadas e colocadas em prática.

CONTEÚDO E EIXOS EDUCACIONAIS

Os eixos exploram todas as faces e possibilidades de seu conteúdo, incluindo temas escolares, atualidades, polêmicas sociais, cidadania e cultura em todas as suas formas.

A cada eixo, o educador define junto com a turma uma expectativa de conteúdo prático a ser apreendido.

Os educadores oferecem de forma lúdica e acessível, conteúdo escolar e cultural, com apoio dos recursos oferecidos pelo Instituto. Todas as salas contam com computador, projetor e internet. O foco é a apreensão do saber, não a transmissão de conteúdo didático. O educador cria livremente “vivências” que ajudam o educando

a entender o conhecimento teórico adquirido. Cada educando é considerado individualmente e coletivamente,

ao mesmo tempo. Educador e equipe procuram atuar com muito diálogo e confiança no educando, proporcionando o espaço necessário para poderem criar, experimentar, errar e acertar. Cada educador de eixo é o orientador de uma equipe MANGOS, de modo que o mesmo fica envolvido com o coletivo e não somente com sua turma.

As artes como forma de expressão e apreensão, permeiam todos os eixos. Porém, as turmas do 9º ano do Fundamental e o Ensino médio intercalam as aulas de artes com as aulas de filosofia.

Os EIXOS são:

COMUNICAÇÃO: Português, Literatura, Gramática e Redação

MUNDO: História, Geografia e Sociologia

VIDA: Biologia, Química, Ecologia e Sustentabilidade

NÚMEROS: Matemática, Física e Raciocínio lógico

ARTES: História da arte, repertório cultural, experiências artísticas

FILOSOFIA: Debates de temas da atualidade, construção de pensamento crítico

Você é um aluno novo?

Veja aqui o manual do educando

 

CULTURA À VISTA (proJETO de atividades opcionais)

OBJETIVO

O Projeto Cultura à Vista promove atividades e vivências que ampliem o repertório cultural dos jovens. As propostas tem caráter opcional e são exclusivamente para participantes dos Projeto Circuito Cidadão e Papel de Mulher. As atividades são: Teatro, Capoeira, Basquete, Handball, Boxe, Cai para Dentro e Circula Cohab.

TEATRO

Aulas semanais de 2 horas de duração, ministradas por professor com formação profissional na área. A proposta é desenvolver as habilidades implicadas nas artes cênicas. O grupo costuma apresentar 1 peça autoral anual e, eventualmente, participar de seleções externas ou apresentações na comunidade, decisões estas que ficam a seu critério. Consiste no desenvolvimento das aulas e execução da excursão anual. Os figurinos e cenários são desenvolvidos pelo grupo, sempre com apoio do educador. Destina-se aos jovens que são atendidos pelo projeto principal e, em caso de vagas, também para ex-educandos.

Veja aqui o portfolio da Companhia Teatral do ISP

EU NÃO ESTOU FALANDO GREGO
EU NÃO ESTOU FALANDO GREGO
E ESSE CAMPINHO AÍ, HEIN
E ESSE CAMPINHO AÍ, HEIN
DEATH`S SCHOOL
DEATH`S SCHOOL

CAPOEIRA

Capoeira, nada mais sugestivo para nossos adolescentes do que ela, um reconhecimento diante de suas raízes ancestrais, para impulsiona-los a reconstrução e valorização de si mesmo.

Seus cantos, suas ladainhas rezam a história de luta de mulheres e homens que não desistiram de mudar seu destino e o destino de sua gente. A capoeira nasce dentro de um sonho de liberdade, que buscou força nos antepassados, para resistir. 

PRÁTICA
PRÁTICA
RODAS
RODAS
COLETIVIDADE
COLETIVIDADE

BASQUETE, BOXE E PING-PONG

Os esportes no ISP são realizados por iniciativas dos alunos e familiares, por exemplo: por ação própria de um educando, que se prontificou a montar um encontro para treinos de basquete com um grupo de educandos interessados por esse esporte e assim, desde 2015 os treinos acontecem. Atualmente também temos treinos de boxe e ping-pong coordenados por um pai de uma educanda.

BASQUETE
BASQUETE
BOXE
BOXE
PING-PONG
PING-PONG

CAI PARA DENTRO

Por tradição, na última quinta-feira de janeiro o Instituto realiza o ‘Cai pra Dentro’.

São 24 horas de atividades de lazer, incluindo a pernoite no Instituto.

CIRCULA COHAB

Há momentos em que é preciso tirar o jovem da zona de conforto e criar conexões reais com o mundo exterior. Através de oportunidades assim, ele poderá apreender o mundo a seu próprio modo e ampliar seu repertório cultural. Destina-se aos jovens que são atendidos pelo projeto principal e, em caso de vagas, para ex-educandos.

1) EXCURSÃO DE EIXO: São excursões de turmas, incluindo a turma de Teatro, para consolidar o aprendizado. Acontece no final do primeiro semestre e cada turma escolhe o seu destino, junto com seu educador de eixo.
2) NO PONTO: Saídas culturais utilizando o transporte público, a fim de experimentar a cidade e suas propostas urbanas. São facultativas ao educador do eixo.
3) CIRCUITO FINAL: Excursão no final de ano, com todos os educandos e educadores, para local de âmbito educativo, escolhido pela equipe e pelos educandos.

 

M.A.N.G.O.S.

O projeto M.A.N.G.O.S. (Movimento pela Autonomia, Noção de Grupo, Organização e Solidariedade) é nossa proposta de economia solidária interna. Participa-se escolhendo uma tarefa permanente ou esporádica, de apoio ao Instituto. Para as mulheres, participar desta economia é uma opção, já para as crianças e adolescentes, escolher uma tarefa faz parte do processo. Além de participar do projeto CC, os jovens escolhem uma das sete equipes de educandos abaixo, para interagir com o espaço e colegas.​ Entenda melhor como eles se organizam:

  1. NUTRIÇÃO: Colabora com hábitos alimentares saudáveis dos alunos do instituto. Essa é a equipe que faz os lanches para todos! Também cuidam da higiene da cozinha e dos alimentos.

  2. BIBLIOTECA: Apoiam o letramento e o desenvolvimento emocional dos alunos do instituto através da aproximação com a literatura. Também cuida da biblioteca, empréstimo e doações de livros.

  3. ESPORTE, CULTURA E LAZER: Incentivam o esporte de quadra, jogos internos e eventos. Também cuida dos materiais de esporte e da quadra.

  4. MEIO AMBIENTE: Colabora com hábitos saudáveis dos alunos e suas famílias através da conscientização de sua relação com o meio ambiente. Também é responsável pela horta e todas as plantas ornamentais do instituto.

  5. ARTES: Responsável pelo cuidado com a sala de artes e seus materiais. Realiza projetos de intervenção artística no espaço do instituto.

  6. BAZAR: Cuidam das doações que o instituto recebe e as colocam no bazar para serem trocadas por M$ pelos alunos.

  7. ECONOMIA: Responsável por gestar a economia do projeto, cuidar dos pagamentos em M$ de todas as equipes e estimular o envolvimento dos alunos no projeto.

Ao participar do Instituto, cada jovem escolhe uma equipe para atuar em prol do coletivo. Com o MANGOS a apropriação do espaço pelos educandos se intensificou. Ao permitir que os educandos sejam ativos na criação de soluções para o coletivo, suas vozes são ouvidas e são suas próprias mãos que devem entrar em conformidade com a voz da decisão coletiva. Todos os detalhes do cotidiano de cada grupo são discutidos em reuniões de equipe, sendo que cada uma tem um educador do Circuito Cidadão como orientador.

O MANGOS impulsiona uma economia interna, com dinheiro social impresso em papel (os Mangos, M$).

O valor em M$ que cada um recebe é definido pelos próprios educandos e proporcional à quantidade de funções ou grau de dificuldade que o educando decidiu desempenhar. É o agradecimento do ISP. Todas as doações de artigos que o ISP recebe são colocadas no Bazar, pelos próprios educandos, para serem trocadas por Mangos. Como uma loja de verdade, mas que não aceita Reais. É uma forma educacional de fazer circular as doações recebidas.

Pertencer a uma equipe implica em descobrir novos limites pessoais e superá-los; ser responsável por parte da estrutura do ISP; pensar nos outros tanto individualmente quanto coletivamente. Significa tomar decisões que irão interferir na rotina de todos (e se responsabilizar por elas), fazer intervenções estruturais e se expor ao risco de errar. Assim, é construído um cenário de confiança, respeito e diálogo entre todos, o que é essencial para o jovem se conhecer melhor e se fortalecer nos aspectos cognitivos e emocionais. O projeto MANGOS é uma das ações mais importantes para estimular de maneira direta o nosso tripé de valores: autonomia, dignidade e conhecimento.

 

PEQUENOS NO CIRCUITO

DE 10 A 12 ANOS

A proposta é promover brincadeiras, leituras, jogos e desafios, trabalhando os valores humanos e ampliando as aptidões pessoais. Através da abordagem de temas sociais relevantes, como diversidade cultural, respeito, consciência ambiental e solidariedade, a atividade Pequenos no Circuito atende crianças do 4º ao 6º ano fundamental. As aulas acontecem uma vez por semana, para 2 turmas de 10 crianças cada, com duração de 2:30h.

Em 2020, o ISP passa a receber investimento para a reestruturação das aulas matutinas, voltadas às crianças de 5º e 6º ano do Fundamental (9 a 11 anos). Os pequenos terão aulas modulares de capoeira, artes, literatura, lógica, meio ambiente, basquete e muitas outras. O projeto teve início em fevereiro e permanece suspenso devido ao isolamento social, porém, está tudo pronto e aprovado pelas crianças.

POTENCIALIZANDO A TURMA DOS PEQUENOS

 

PROJETO MULHERES

O Projeto Mulheres é composta por ações rotineiras e ações pontuais, que visam o fortalecimento do público feminino adulto. Já foram realizadas aulas de dança, de matemática, de artesanato, de informática,

rodas de conversas, cursos, oficinas, suporte psicológico, orientação aos direitos das mulheres e cine-debates. O grupo tem no instituto um espaço de acolhimento e criatividade, contribuindo para o empoderamento e, inclusive, refletindo positivamente na autoconfiança delas quanto à educação de seus filhos. Também é um espaço para discutirem questões que lhes tocam e de dedicarem tempo à si mesmas, realizando atividades que lhes dão prazer. O projeto tem esse nome pois desde o início, as rodas de conversas e discussões vão de encontro com questionar qual é o atual papel que se espera que seja desempenhado pelas mulheres na nossa sociedade.

 

INSTITUCIONAL

COORDENAÇÃO

Os projetos do Instituto Sylvio Passarelli ficam sob uma coordenação pedagógica,

com a finalidade de articular e fortalecer o vínculo entre as atividades,

atendendo aos objetivos de cada projeto e honrando a missão institucional.

APOIO PSICOLÓGICO

O Instituto conta com uma psicóloga, de linha antroposófica, que realiza o atendimento aos educandos e ainda orienta os educadores quanto aos educandos em situações adversas ou de risco. Para ser atendido, basta o educando solicitar atendimento ou, em alguns casos, ser encaminhado pela coordenação. Os familiares, relevantes para a evolução do processo do jovem, também são atendidos.